sábado, 12 de setembro de 2009

Cinema, Viagens e Locações - Parte I

Nas últimas décadas Hollywood tem se especializado em produções que abandonam o velho set de filmagem em estúdio por locações reais; verdadeiros cartões postais e em alguns casos lugares inóspitos, o que torna pelo menos na minha opinião, um filme e uma personagem inesquecível e contribuí também com o famoso imortalizar da Sétima Arte. Ao assistirmos a um filme, além da história, o que mexe com a nossa imaginação e emoção são os lugares, as paisagens, as locações reais que por vezes nos fazem ficar em dúvida se tal lugar existe ou não. Graças ao sucesso de filmes e até livros é comum que as agências de turismo criem roteiros exclusivos de viagens para os chamados set jetters, os cinéfilos que partem rumo aos locais e as experiências vividas pelos personagens de seus filmes favoritos. Como sou fã de cinema postarei algumas locações que mexem com a minha imaginação.

Angkor Wat/ Angkor Thom e Ruínas de Ta Prohm, Camboja

Angkor no Camboja aparece no filme Lara Croft: Tomb Raider. Angkor foi a Babilônia do extremo oriente, local exótico, cercado por belas florestas e extensos canais que serviam para navegação e para trazer a vida a civilização do Império Khmer dos séculos IX ao XII. Angkor foi a cidade criada pelo imperador Jayavarman VII, importante centro comercial da época. Hoje seu complexo de templos e ruínas é um Patrimônio Mundial da Unesco.






Le Mont Saint-Michael /Monte São Michel, Normandia, França.

Um dos pontos turisticos mais famosos da França já foi cenário do filme Mindwalk - Ponto de Mutação. Visitar o Monte é sem dúvida viajar de volta à Idade Média e conhecer suas belas e antigas fortificações. No topo do monte o visitante conhecerá a grandiosa abadia de arquitetura medieval construída para homenagear São Miguel Arcanjo (Saint Michel). A paisagem é linda e o cenário realmente inspirador. O Monte Saint Michel também é tombado pela Unesco.






1428 Genesee Avenue, Los Angeles, CA.

Com toda certeza você conhece esta casa devido aos filmes da série A Hora do Pesadelo. A famosa casa de um dos mais terríveis vilões de todos os tempos, Freddy Krueger. O que você não sabia é que a casa de número 1428 da fictícia Elm Street não tem nada de assustadora, pois não passa de uma locação na bela e ensolarada Hollywood.






Clique nas imagens para ampliá-las.

5 comentários:

AnjaDarks disse...

Nossa Angel, que bela postagem. Adorei! Como uma cinéfila e uma admiradora dos lugares que os filmes nos apresentam, realmente eu me encantei com todos que você mostrou. Angkor no Camboja é realmente um local exótico e lindo. Agora um que me encantou e muito também foi Monte São Michel, Normandia, França, é perfeito. Ao assistir o filme "O Ponto de Mutação" tanto a história e o local são maravilhosos. Ah! e sobre a casa do filme Hora do Pesadelo, eu gosto também, já que o filme faz parte da minha lista de filmes "pérolas" e apesar da casa passar a imagem de assustadora rs eu acho o visual lindo, destaque para a entrada da casa. rs
É isso, parabéns pela postagem.
Beijos e até!
Anja

OCP disse...

Tá muito louco o artigo. ;)

Para quem gosta de cinema como eu, e de belas paisagens e e locais exóticos, tá perfeito. Já tô no aguardo por uma parte II. eheheh...

Nota 10. :D

Abraço. :)

Max Coutinho disse...

Olá Angel! :D

Estás boa?

Este post é o máximo! Gostei de ver a casa do Freddie Kruger (adorava esse filme quando era mais nova).

Quanto ao cenário Francês: qualquer local em França é lindoooo! Sou fã lol.

Quanto ao Cambodja: tem de facto florestas lindas; já para não falar dos templos (vi um documentário fantástico sobre este país e fiquei apaixonada).

Beijoss

Gremista Fanático disse...

Nossa guria, que postagem maravilhosa, eu nunca tinha parado pra pensar nisso, mas sempre fico com algumas impressoes de paisagens nos filmes, parabens mesmo, muito bom texto, chega deu uma vontade de viajar, rsrsrs, beijos.

Saudações do Gremista Fanático

Valdeir Almeida disse...

Boa noite.

Naquela ocasião, eu vim até seu blog e li seu post. Mas as palavras que você utilizou ao comentar em meu blog induziram-me a achar que você só aceitaria participar da blogagem coletiva se eu mudasse a cor do layout do meu blog.

Como você está lutando por uma causa ecológica, não imaginei de forma alguma que você estivesse brincando.

Abraços.