quinta-feira, 9 de abril de 2009

A Páscoa Verdadeira

A Páscoa como acontece com a maioria das comemorações por nós conhecidas, tem sua origem nas tradições pagãs, ela é uma festa em homenagem a chegada da Primavera celebrada pelos antigos povos pagãos da Europa. Nessa época do ano tais povos homenageavam Ostera, ou Eostre, deusa germânica da fertilidade. Ostera (ou Ostara) é a Deusa da Primavera, Deusa da Aurora, que segura um ovo em sua mão e observa um coelho, símbolo da fertilidade, pulando alegremente em redor de seus pés. Ostara equivale, a Persephone na mitologia grega e Ceres, na mitologia romana. O Sabatt de Ostara é um antigo festival pagão que celebra o equinócio de primavera, período em que os dias e a noites tem a mesma duração marcando assim o equilíbrio das forças naturais. Algumas das tradições e rituais que envolve Ostara, inclui fogos de artifícios, ovos, flores e o coelho ou a lebre. Ostara representa o renascimento da terra, muitos de seus rituais e símbolos estão relacionados à fertilidade e ao equilíbrio. Durante algumas épocas, com as mudanças religiosas e culturais na maior parte da Europa, a Deusa Eostre assumiu vários nomes diferentes como Eostra, Eostrae, Eastre, Estre e Austra, mas sempre foi considerada a Deusa da Fertilidade plena e da luz crescente da primavera, além de também ser associada a Beleza, a Pureza e a Juventude. Os conhecidos símbolos da Páscoa Cristã vêm destas antigas tradições. Os ovos são a representação da fertilidade, eram pintados com símbolos mágicos e eram enterrados ou lançados ao fogo como presentes aos deuses. Seria o Ovo Cósmico da Vida chocado pela luz do Sol que deu origem a todas as coisas. Portanto, a Páscoa nada mais é do que a representação da vida, a chegada da primavera, o equilíbrio entre os ciclos; o renascimento e a renovação da natureza em seu todo.


Texto por mim escrito baseado em informações contidas na internet

5 comentários:

Fernando Leroy disse...

Informações interessantes. Feliz Páscoa! Abraço!,

AnjaDarks disse...

Olá!

É sempre muito bom passar por aqui.

Feliz Páscoa!

Beijão

Anja

Dj F.A.T. disse...

Oi Crazy, saudades!!!
Vim desejar uma feliz páscoa atrasada, mas estes dias estava sem speedy, essa porcaria foi hackeada pelo que li no site do Estadão. Hunf.
Bom, estou indo viajar e volto daqui uns dias.
Fique com Deus e até minha volta.
E viva o Timão.... 2 x 1 ....kkkkkk

Diego? Glommer? disse...

Pois é, moça...

Desculpe não aparecer aqui antes, mas é que eu viajei neste feriado e até colocar as coisas em dias no blog fiquei meio perdido.
Mas aqui estou! xD

Sobre a páscoa tenho que admitir que não conhecia essa origem a partir de festas pagãs europeias. Seu post ficou bem legal e interessante.

Ah, é bom saber que é formada em história. ^^ Sempre é bom conhecer alguém da área.

Ah... eu adorei aquele seu blog de filmes. Achei demais.

Beijão!

http://solucomental.blogspot.com
http://ladobdiscotrash.blogspot.com

Vou colocar seu banner lá no Lado B também. Depois dê uma olhadinha lá se possível. Mais beijos.

Max disse...

Oi Angel!

É isso mesmo!
Estou a ver que tens um gosto pela cultura wiccan (ou Saxónica, ou ainda celta)! :)

Nestas culturas a Primavera começa no dia 2 de Fevereiro com o Imbolc (quando a natureza começa a renascer) - tempo do renascimento [quando a época da morte - Inverno - fica para trás], da renovação, da fertilidade, da boa fortuna.

A Páscoa Cristã adoptou os símbolos (ditos) pagãos como forma de propaganda religiosa aquando das conversões aos pagãos (a partir do século IX - quando o universo Druída começou a decair).

Poderia ficar a falar disto durante horas, mas falta-me o tempo hoje!

Amei este texto, Angel :D!

Beijoss e boa semana!