segunda-feira, 15 de setembro de 2008

A-Mar

Mar
Poder te amar
Admirar
Mirando as águas que varrem a solidão
Misterioso balançar das ondas
Ir e vir
A-Mar
Sobre todas as coisas a ti
Aqui e ali
E a mim quando não estiver
Mar
Poderoso
Levai pra longe essas lembranças
Maré de brisa suave
Coração pulsante
Pés descalços
Olhar no horizonte
A-Mar
Apenas você é verdadeiro, forte e intenso.

Um comentário:

Anja disse...

Humm... A-Mar, A-Mar... andar à beira do mar, ouvir o som das ondas para acalmar o meu caminhar... A-Mar, A-Mar... como é bom te A-mar.

Beijos de Boa noite e tenha uma ótima semana!

Anja