terça-feira, 9 de setembro de 2008

Entre o Certo e o Errado


Entre o que é certo e o que é errado
Entre tantas vidas,
Sou apenas mais um entre tantos sonhos
Tentando ser alguém em meio ao caos
Entre a luz e a escuridão
Passageiro de um trem que não sabe para onde vai
Entre um sorriso e uma lágrima,
Sou eu
Perdido em um mundo estranho
Mundo insano.


BlogBlogs.Com.Br

2 comentários:

Máah Castro disse...

Na verdade não existe o certo e o errado, mas sim o que te faz melhor. E esse mundo bem, a gente inventaa... Sobreviver é o de menos ;)


adoorei o blog, mto beem escrito.
Beijos

lobodomar disse...

Boa noite!

Obriagdo por sua visita e apreciação aos 'Sons de Sonetos'.

Gostei do seu blog também. Especialmente deste poema aqui. Lembrou-me uma frase do Cazuza, que dizia que: 'Há o certo, errado; e todas as outras coisas'. Sempre achei essa coisa de 'certo e errado' uma visão muito simplória de tudo.

Vou 'linkar' seu blog também aos Sons de Sonetos'.

Seu blog é bom e merece ser mais visto, lido e comentado. Para isso, sugiro - caso ainda não tenha feito - apresentá-lo à blogosfera brasileira, por meio de uma conta de feed (www.feedburner.com) e registros no Technorati (www.technorati.com) e no Blogblgos (http://blogblogs.com.br).

Sucesso pra você. Grande abraço!